Ouguela (Alentejo, Portugal) em baixo; Alburquerque (Badajoz, Espanha) ao fundo.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

BD mais TPC

Outro dos velhos amigos dos blogues desta escola, Eduardo Arruda, ou Ed Arruda,  que anda lá para os lados do Rio de Janeiro.

Este é um TPC para os alunos do 4º ano, e acho que os alunos do também podem fazer sem problema. Pensem um bocado. Devem escrever duas breves, breves histórias (duas ou três linhas, não mais) sobre estes quadradinhos do nosso amigo, que se intitulam Dominó. Há uma coisa em comum entre eles, não há?

Uma ajuda com o primeiro quadradinho: o que o menino está a abrir é um boião de bolachas.




Quadrilha (Carlos Drummond de Andrade)



Uns versos do poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade, Quadrilha. A quadrilha é um tipo de dança antiga em que os pares iam mudando no decurso da dança.

Aproveito para dizer que hojé, dia 31 de outubro é festejado pelos amantes da poesia no Brasil, porque foi nessa data que nasceu em 1902 este grande poeta da língua portuguesa. Hoje é o Dia D, de Drummond, naturalmente.


Quadrilha

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história.




terça-feira, 30 de outubro de 2012

Para incentivar um aluno à leitura


Esta mensagem já foi publicada no blogue dos vossos colegas mais novos, mas publico aqui, alunos do 4º ano, para incentivar quem vocês sabem (haverá mais alguém?) a ler. Eu espero que nasça nele, se não uma paixão, pelo menos um gosto pela leitura. Ainda está a tempo de poder conhecer isso. Se calhar a paixão chega um belo dia, pode acontecer com o tempo, e falo por experiência própria.


Encontrei isto em um sítio chamado Libri - una passione. Isso é italiano, estão a ver? Acompanhavam estas palavras:

Direi che questa immagine non ha bisogno di nessuna spiegazione...

Pelo sim pelo não, traduzo para português:

Diria que esta imagem não precisa de explicação nenhuma...



Para os alunos do 4º ano



Isto é para os alunos do 4º ano. Falando da situação da mulher nos anos sessenta, recuamos mais no tempo e tivemos de falar um pouco do Estado Novo. Assim, tão bonita, era a realidade de Portugal naquela altura.

Para que vocês compreendam melhor esta imagem, leiam o seguinte texto  (encontrado aqui):



Este cartaz reúne todos os princípios defendidos pela ideologia do Estado Novo: "Deus, Pátria e Família".

É na representação desta casa humilde, patriacal, cristã, tradicional, sem energia eléctrica, rústica, que, no fundo, observamos todos os elementos iconográficos da política salazarista.

Deus - Encontra-se representado pela figura do crucifixo ladeado pelos dois castiçais, no fundo o pequeno altar da família;

Pátria - Na janela aberta podemos observar um castelo, que nos remete para a história de Portugal, com uma bandeira içada ao vento;

Família - Estamos na presença de uma casa simples, arrumada, limpa e sem luxos (veja-se a mobília de madeira) A família é representada por um casal com os seus dois filhos. O Homem regressa a casa, depois de uma jornada de trabalho no campo, e é recebido pelos dois filhos. O rapaz, com o uniforme da Mocidade Portuguesa (provavelmente um Lusito), larga o livro, levanta-se e corre para o pai; a filha que brincava com uma pequena cama de bonecas e adereços de cozinha abre os braços de satisfação. A esposa/mãe olha para a porta e tem já o jantar pronto e a mesa posta para a refeição familiar.

Podemos ainda associar a esta imagem o fado de Amália Rodrigues, "Um Casa Portuguesa " que simboliza muito bem esta perspectiva salazarista.





Nesta oficina trabalha um faz-tudo


Estão a ver? Aqui o Brasil, e nesta oficina (oficina, sim, não se lembram?) encontramos alguém que é capaz de fazer muitas coisas, de fazer tudo, com U, não com o. Tudo é um indefinido invariável e substitui "todas as coisas". A fotografia é de Mariana Massarani.

Existe a palavra faz-tudo. O dicionário Houaiss diz-nos o seguinte dela:

faz-tudo. substantivo de dois gêneros e dois números
1. indivíduo que exerce diversas funções ou se dedica a vários ofícios
2. indivíduo que conserta objetos de uso doméstico avariados
3. Derivação: por metonímia. casa comercial onde tais objetos são consertados



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

"Cultive a vida; o bom senso, a tolerância..."

Fonte: Armazem do educador


Não são precisos comentários, pois não? Poderíamos dizer também, doutra maneira: esta fotografia dispensa comentários. É a mesma coisa.




sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Pensar é grátis


Não sabemos onde é que tiraram esta fotografia. O que sabemos é que este graffiti está em português, é claro, e a mensagem, vale a pena frisar, não é nenhuma asneira. Às vezes, as coisas que parecem mesmo fáceis não se fazem. Há muita gente que não pensa e deixa entrar na cabeça os pensamentos de outros, sem nenhuma consideração crítica. 

O autor da fotografia é vtd17.


quarta-feira, 24 de outubro de 2012

"MORTA DEE MERGENCIA"?


Fotografia de Maruans's Travel



Se precisarem de qualquer assistência médica de emergência em Macau, antiga colónia portuguesa na China, tenham cuidado com a morta, digo a porta, de emergência que escolhem (a fotografia é do ano 2005).







Ontem e hoje na escola




Para quem desconhecer o que é isso de liceu, é outro nome para "escola secundária".

Em Portugal, até ao final da década de 1970, os liceus constituiam as escolas de ensino secundário vocacionadas para a formação geral em ciências e humanidades e a preparação para o ensino superior. Os liceus funcionavam em paralelo com os diversos tipos de escolas técnicas profissionais que ministravam o ensino técnico secundário. (Wikipédia)



segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Um provérbio para alguns alunos do 3º ano

Fotografia de Urgélia Santos


Para alguns, é claro, não para todos; alunos das turmas A e D, e algum da turma C. O Professor é muito paciente, eles já sabem, mas há um provérbio português (vão adivinhar logo o significado porque é muito parecido em espanhol) que diz assim:

Tantas vezes a cantarinha vai à fonte…. 

Normalmente não se diz o provérbio todo, exatamente como fazemos nós, porque não é preciso, mas vamos ver como é que é em português. Há variantes:

...que um dia deixa lá a asa

...que um dia fica lá a asa

...que um dia se há de quebrar


quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Capitão Romance (Ornatos Violeta)




Ornatos Violeta foi uma banda portuguesa de rock alternativo, com fusão de algumas outras tendências, incluindo o ska e o jazz


CAPITÃO ROMANCE

Não vou procurar quem espero
Se o que eu quero é navegar
Pelo tamanho das ondas
Conto não voltar
Parto rumo à primavera
Que em meu fundo se escondeu
Esqueço tudo do que eu sou capaz
Hoje o mar sou eu
Esperam-me ondas que persistem
Nunca param de bater
Esperam-me homens que desistem
Antes de morrer
Por querer mais do que a vida
Sou a sombra do que eu sou
E ao fim não toquei em nada
Do que em mim tocou

Eu vi
Mas não agarrei

Parto rumo à maravilha
Rumo à dor que houver pra vir
Se eu encontrar uma ilha
Paro pra sentir
E dar sentido à viagem
Pra sentir que eu sou capaz
Se o meu peito diz coragem
Volto a partir em paz

Eu vi
Mas não agarrei





Alegria, caramba!



Não sabemos quem tirou esta fotografia, mas gostamos muito dela porque nos dá isso de que tanto precisamos nestes dias feios! Acho que até valia a pena criar uma etiqueta nova no blogue, Alegria e boas notícias, para assinalar fotografias como esta ou boas notícias. Quem não gosta de ler uma boa notícia?

Seja pois, esta é aprimeira mensagem com essa etiqueta.



quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Quem é que vai recolher o Prémio Nobel da Paz?


 Isto é francês, meus caros alunos. Cá em baixo podem ler a tradução:


A União Europeia recebe o Prémio Nobel da Paz: mas quem é que vai recolher o Prémio?

-Eu!

-Eu!

-Eu!

-Eu!

-E eu porque não?

-Se os senhores não acharem inconveniente, eu é que vou!




segunda-feira, 15 de outubro de 2012

“Só falta vendermos a nossa consciência”

O outdoor vai estar em Entrecampos a partir de segunda-feira (DR)


A segunda notícia sobre a crise:

“Só falta vendermos a nossa consciência”. A mensagem é um incentivo aos deputados do PSD para votarem contra o Orçamento de Estado de 2013 que, precisamente, na segunda-feira, entra para tramitação na Assembleia da República.

A notícia no Público 


O que será um outdoor? Imaginem ou procurem. É fácil. Nós dizemos de outra maneira. Os alunos do 4º ano, que vão conhecer o Infinitivo pessoal dentro de pouco tempo, têm aqui um exemplo.



"Matar a Cultura é matar a alma de um povo"

Porto (Fotografias de Paulo Pimenta)



Porto


Lisboa (Fotografias de Enric Vives Rubio))


Lisboa

Hoje temos duas notícias de Portugal para o blogue. Esta é a primeira. Ah, e noutro dia falaremos aqui desse movimento "Que se lixe a troika! Queremos as nossas vidas":


Protestos em todo o país

Milhares em protesto:  "Matar a Cultura é matar a alma de um povo"

A “marcha contra o desemprego” da CGTP dá início, em Lisboa, ao dia de protestos que se espera para todo o país. O movimento “Que se lixe a troika! Queremos as nossas vidas” convocou uma “manifestação cultural”, com dezenas de artistas na linha da frente, para 22 cidades.


Notícia e fotografias do jornal Público



quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O que é um paradoxo? Eis um!


Cá temos uma breve história em banda desenhada. A piada está baseada num paradoxo. O que é isso? Procurem no dicionário esta palavra e escrevam nos comentários a resposta. Antes disso, devem fazer uma breve descrição do que se passa em cada um dos quadradinhos (há dicionários na coluna à direita do blogue; utilizem-nos).

O Professor não se esquecerá de quem responder com a maior correção possível nos Comentários. Ah, identifiquem-se, caso contrário ele não poderá adivinhar. E há tempo! Temos pela frente um fim de semana prolongado, três dias, por causa de o nosso feriado nacional calhar em sexta-feira.




Tiro ao Álvaro (Elis Regina)

Elis Regina e Adoniran Barbosa, compositor da canção


Tiro ao Álvaro é um samba composto pelo compositor e cantor paulista Adoniran Barbosa. A letra tem humor e está escrita numa linguagem popular. Comparem a letra primeira com a segunda. E esse título esquisito? "Tiro ao Álvaro"? Como é isso? Se alguém sentir curiosidade, eu explico.

Ah, canta Elis Regina, mas o primeiro verso é cantado por Adoniran Barbosa.


TIRO AO ÁLVARO

De tanto levar frechada do teu olhar
Meu peito até parece sabe o quê?
Tauba de tiro ao álvaro
Não tem mais onde furar
Tauba de tiro ao álvaro
Não tem mais onde furar

Teu olhar mata mais
Do que bala de carabina
Que veneno estriquinina
que peixera de baiano
Teu olhar mata mais
Do que atropelamento de automove
Mata mais que bala de revorve


 TIRO AO ÁLVARO

De tanto levar flechada do teu olhar
Meu peito até parece sabe o quê?
Tábua de tiro ao alvo
Não tem mais onde furar
Tábua de tiro ao alvo
Não tem mais onde furar

Teu olhar mata mais
Do que bala de carabina
Que veneno estricnina
que peixeira de baiano
Teu olhar mata mais
Do que atropelamento de automóvel
Mata mais que bala de revólver







quarta-feira, 10 de outubro de 2012

E nós. avô, quem somos? (Quino)



O autor de banda desenhada (BD), caricaturista e ilustrador argentino conhecido como Quino é argentino, mas tanto faz, não é?, porque aqui podemos lê-lo em português, e assim revemos coisas como, por exemplo, a palavra avô, já sabem, que se pronuncia com o o fechado, e que se diferencia do feminino avó, que se pronuncia com o o aberto.

Se encontrar mais histórias de Quino em português, elas virão aqui. Olhem aí, a Mafalda já esteve.


Autorretrato de Quino




segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Último 5 de outubro feriado... por enquanto


5 de outubro de 1910. Nessa data foi proclamada a República Portuguesa. 102 anos depois, parece que a passada sexta-feira foi o último 5 de outubro feriado (por enquanto, dizem que  em 2018 a situação vai ser revista). O Primeiro-Ministro estava fora do país nesse dia e o Presidente da República... com a bandeira de pernas para o ar!

Em 2010 celebraram-se os 100 anos da implantação da República, eis a mensagem publicada no blogue dos vossos colegas mais pequenos naquela altura. 

A Implantação da República na Infopédia.

Por falar em feriados que vão deixar de o ser, eis uma lista dos Feriados eliminados pelo Governo português, civis e religiosos.


A Amira, aluna da turma de 3º D, foi a primeira que respondeu à pergunta da mensagem de sexta-feira, e é por isso que ela ganhou uma nota positiva do Professor. A Ana C., da turma de 3º C, tambem respondeu, e receberá também alguma coisa.

Ilustração alusiva à Proclamação da República Portuguesa a 5 de outubro de 1910


sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Porque é feriado hoje em Portugal?

Os três últimos meses deste ano

Alunos do 3º e do 4º anos da ESO, esta é a pergunta que devem responder nos Comentários: Porque é que hoje, dia 5 de outubro, é feriado em Portugal?

Mas devem fazer assim. Clicam no link seguinte: Google em português, e fazem aí a pesquisa. 

Depois escrevem a resposta nos Comentários, como vos disse, e colam o link do sítio onde encontraram a resposta, e escrevem o vosso nome; clicam depois em Anónimo (Seleccionar uma identidade) e a seguir, em Publicar o seu comentário. Pronto. Acabaram!


Quem responder primeiro terá "prémio", o segundo e o terceiro, "prémios de consolação"... Mas devem fazer como indicado. Caso contrário, não serve.


Amuo (Clã)



Os Clã são uma banda portuguesa. Gostam do vídeoclip?

O que é amuo? Vejamos o que nos diz a Infopédia: 1. ato ou efeito de amuar 2. estado de quem se mantém calado por se ter aborrecido com algo ou alguém; mau-humor, enfado. 3. zanga passageira (...)

Bom, dá para perceber?

Amuo

Vejo que estás mais crescida
Já dobras a frustração
Bates com a porta ao mundo
Quando ele te diz não

Envolves o teu espaço
Na tua membrana ausente
Recuas atrás um passo
Para depois dar dois em frente

Amuar faz bem
Amuar faz bem

Ficas descalça em casa
A fazer a tua cura
Salva por um bom amuo
De fazer má figura

Amanhã o mundo inteiro
Vai perguntar onde foste
E tu dizes apenas
Que saíeste, viajaste

Amuar faz bem
Amuar faz bem

Nada como um bom amuo
Apenas um recuo quando nada sai bem

E depois voltar
Como se nada fosse
E reencontrar o lugar
Guardado por um bom amuo


Este senhor está amuado...





Pontapés na língua



Quer sejam espanhóis, quer portugueses, quer brasileiros, etc. os jogadores de futebol falam muito, e alguns deles não podem evitar deixar à vista o seu "grande talento":


"Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu" (Djair, do Belenenses ao chegar em Belém no dia que assinou contrato com este clube).

"Nem que eu tivesse duas pernas apanharia essa bola" (Roger, jogador do Benfica)

"Em Portugal é que é bom. Lá, a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias" (Argel, jogador do Benfica).

"Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe" (Jardel, jogador do Sporting)

"O difícil, como vocês sabem, não é fácil" (Jardel, Sporting)

"O Porto esteve à beira do precipício, mas conseguiu dar um passo em frente" (João Pinto, do FC Porto)

"Prognósticos, só no fim do jogo!" (João Pinto, do FC Porto)

"O meu coração só tem uma cor: Azul e Branca!" (João Pinto, do FC Porto)



(Retirado de vários blogues)

 

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Um cartoon de Rodrigo




Rodrigo é o autor deste cartoon publicado no caderno de economia do Expresso de 22 de setembro de 2012. A enorme crise em que Eropa está a viver serve como contínua fonte de inspiração para os humoristas, cartoonistas e por aí fora... Como já sabem, rir é bom para a nossa mente. Apesar das dificuldades, é bom achar momentos para rir um bocado.

O título do cartoon é Gasparvoíce. Porquê? Vitor Gaspar é o atual Ministro de Estado e das Finanças do Governo português. A segunda sílaba do apelido do Ministro coincide com a primeira da palavra parvoíce. Se alguém quer saber o significado, há dicionários na coluna à direita.

Ler mais


quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Pneu




Pneu é redução de uma palavra mais comprida: pneumático. Vamos aprender algo a respeito de pneu.


PNEU

No latim, «vento, hálito» dizia-se spiritus, no grego, pneuma, palavra também utilizada para significar «alma, espírito» proveniente de pnéo, verbo que quer dizer «soprar». «Pneu» é assim o que está cheio de ar («pulmão», de pneumon, o «órgão que respira, que solta o ar»). 


Fonte: Dicionário de origem das palavras (Orlando Neves) 


Mas sabem um significado coloquial desta palavra em português? Leiam a definição e digam-me qual a palavra espanhola: "pequeno volume formado por uma camada de gordura em excesso à volta da cintura"(Infopédia)





segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O Terreiro do Paço no dia 30 de setembro


Assim estava ontem, domingo, o Terreiro do Paço, em Lisboa. À cunha! E sabemos todos porquê, não sabemos? Aí não cabia mais ninguém!


Uma careta... para começar bem o mês! (Eduardo Nunes)



Pois é! Começamos outubro com este desenho de Eduardo Nunes. O título é dele: Uma careta... para começar bem o mês!

Ora, qual careta?, podiam pensar vocês, ele não tem nenhuma "careta". Claro, temos aí um falso amigo, meus caros alunos.


Uma nota positiva para o primeiro aluno do 3º ou 4º anos que escrever nos Comentários em baixo a palavra espanhola correspondente à portuguesa careta. Não se esqueçam de se identificarem!